PUBLICIDADE
NOTÍCIAS
04/05/2018 às 04:57
Steel Pulse é a 1ª atração confirmada na República do Reggae

O Festival República do Reggae teve sua primeira edição em 2003 na belíssima Praia de Ipitanga. Ao longo dos anos o evento foi se firmando como o maior do gênero na américa latina e um dos mais relevantes do mundo. 

O grau de exigência do público é bastante alto e a organização sempre procurou trazer os nomes preferidos, inclusive através de pesquisas de opinião e enquetes nas redes sociais. O festival é realizado com muito esforço graças à presença e o apoio marcante da nação regueira que é fortíssima na Bahia, sem a ajuda de patrocínios. 

Após 14 edições realizadas, o República do Reggae já recebeu grande parte das maiores atrações internacionais do reggae mundial em atividade e evidentemente as bandas de maior destaque no cenário nacional, além de diversos artistas emergentes e que seguem na resistência mesmo sem o apoio dos meios de comunicação. Dentre os grandes nomes que estiveram no festival podemos citar Gregory Isaacs, Lucky Dube, Alpha Blondy, Israel Vibration, Bunny Wailer, Groundation, SOJA, U-Roy, Culture, Koko Dembele, Siddy Ranks, Natiruts, Ponto de Equilíbrio, Mato Seco, Edson Gomes, Tribo de Jah e muitos outros. 

Em 2018, são 15 anos de República do Reggae, o que torna o evento ainda mais especial. Grandes nomes prometem compor a grade, e a primeira atração internacional já foi confirmada. Os ingleses descendentes de jamaicanos Steel Pulse! 

Sobre o Steel Pulse:

Corria o ano de 1975 em Birmingham, Inglaterra, quando três jovens do bairro negro de Handsworth - descendentes de imigrantes jamaicanos - resolveram canalizar suas energias e frustrações para a música, formando uma banda que viria se tornar uma das mais queridas e respeitadas entre os regueiros do mundo todo, o Steel Pulse. 

O trio era formado pelo baixista Ronald McQueen e pelos guitarristas Basil Gabbidon e David Hinds, que descreveu a situação da época: "Havia seguidas confrontações da polícia com os jovens da comunidade. Havia um sistema educacional decadente e uma alta taxa de desemprego, então nós precisavamos de alguma coisa para manter nosso espírito elevado e conscientes do que era feito com os negros enquanto minoria na Inglaterra. Daí nós fomos para a música".

A eles logo se juntariam o tecladista Selwyn Brown, o baterista Steve Nisbett, o percussionista Phonso Martin e o cantor Michael Riley. Durante três anos eles ensaiaram e batalharam shows, fazendo covers de Burning Spear, Gladiators e Bob Marley. Uma das maiores dificuldades era arrumar lugar para tocar, porque até mesmo os clubes negros fechavam suas portas para eles, com medo de terem problemas por causa da má fama dos rastas. Ironicamente, as melhores chances para a banda vieram com o movimento punk, que na época abalava as estruturas da indústria musical e da própria sociedade inglesa. 

Em 81 o grupo foi a grande atração do Sunsplash, que naquele ano homenageou Bob Marley, falecido pouco antes. O sucesso da apresentação rendeu um contrato com a Elektra, e o disco True Democracy, lançado em 82, foi aclamado pela crítica e pelo público. Foi a consagração e o auge do Steel Pulse como um nome de primeira linha na cena reggae mundial, mas também marcou o fim da formação original e da proposta musical que o grupo vinha seguindo.

15 anos de República do Reggae
Serviço:
Data: 17 de novembro
Local: A confirmar 
Atrações: Steel Pulse e muito mais 
Vendas: Em breve

COMENTÁRIOS